Roteiro Turístico

 
Boliqueime estende-se no sentido sul-norte, para o interior, desdobrando-se em férteis campinas e em graciosas colinas, algumas delas já viradas para a serra, sendo "apelidada" de uma varanda sobre o mar e uma porta aberta para o barrocal, constituida por sítios pitorescos com paisagens deslumbrantes, convidando à prática do turismo rural e ambiental onde o Homem se reencontra com a natureza.
 
Apesar da sua pequena dimensão Boliqueime, sede de freguesia, apresenta um património cultural significativo composto por alguns pontos de interesse turísticos, entre os quais, as tradicionais ruas estreitas de calçada, algumas das quais com uma vista privilegiada sobre o mar, a Igreja Matriz e a Igreja de São Faustino, um museu e os tradicionais moinhos de vento e poços que outrora eram utilizados para abastecimento de água.
 
Mantêm-se, também, ainda vivas na freguesia algumas tradições, tais como as feiras de 4 de Agosto e 17 de Outubro, a festa em honra de Nossa Senhora das Dores, São Luís e São Sebastião, em Setembro e a festa de São Faustino, no Domingo de Pascoela. De tradição mais recente, em meados de Junho, têm lugar no átrio da Igreja Matriz as festas populares de São João. 
 
Excelentes são também os passeios pedestres pelas belas e pitorescas paisagens da freguesia, de onde se podem vislumbrar o mar, antigos moinhos de vento, poços de água, miradouros, ribeiras de águas límpidas e cristalinas e as mais variadas vegetações.
 
A excelência da paisagem e o superior acolhimento da sua gente constituem, igualmente, fortes atracções para nacionais e estrangeiros que de longe a visitam e a escolhem para residência. 
 
Enfim, 1001 razões para não deixar de visitar esta pequena povoação tipicamente algarvia.
 
  A VISITAR:
- Edifício Igreja Matriz
- Igreja de São Faustino
- Edifício do Museu
- Poço/nora
- Amendoeiras em flor
- Chaminés tradicionais
- Paisagens
- Ruas tradicionais de Calçada
- Antigos moinhos de Vento
- Ribeiras